INSS 2018, edital em breve! :)

Em agosto/2018, expira o prazo do concurso do INSS realizado em 2015. Esta é uma ótima oportunidade para quem quer passar em um bom concurso público para nível médio e superior, sobretudo para quem já estuda há algum tempo para este concurso.

Resultado de imagem para uau gif

Finalmente, em novembro de 2017, foi enviado pedido para realização do concurso do INSS, ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPOG), a entidade solicitou liberação para preenchimento de 13,9 mil vagas, sendo 10.101 para técnicos, 1.657 analistas e 2.146 peritos. No início de abril, o processo deixou a Divisão de Concursos Públicos —  e seguiu para Coordenação-Geral de Benefícios Previdenciários, ou seja, está caminhando.

Defasagem de pessoal no INSS, sugere urgência do concurso

A carência de pessoal é consequência do aumento acelerado de aposentadorias, sobretudo se levarmos em consideração que pelo menos 314 das 1.613 das agências em funcionamento têm entre 50% e 100% do quadro de trabalhadores com pedidos de passagem para a inatividade, segundo levantamento do INSS apresentado ao Planejamento no início de 2018. O número pode chegar a 12 mil até o fim do ano que vem.

Os 950 classificados, no concurso de 2015,  dentro das vagas oferecidas para técnicos e analistas foram convocados e, só até meados de agosto — quando vence a prorrogação do prazo de validade —, ainda é possível recorrer ao cadastro de reserva.

Diante disto, quem quiser aproveitar esta oportunidade, deverá começar a estudar AGORA! Desta forma, quando o edital for publicado, só precisará revisar e resolver questões até não sobrar mais dúvidas .

No curso Ímpar, além de acesso a todo conteúdo, você vai treinar muito nos nossos simulados e no aplicativo de resolução de questões.

Detalhes do ultimo concurso:

Concurso: Instituto Nacional do Seguro Social (Concurso INSS)
Banca organizadora: Cebraspe (Cespe/UnB)
Cargos: Técnico do Seguro Social; Analista do Seguro Social
Escolaridade: Níveis médio e superior
Estados: Nacional
Remuneração:

  • Técnico: R$5.344,87 (já somado auxílio-alimentação de R$458)
  • Analista: R$7.954,09 (já somado auxílio-alimentação de R$458)

Perito Médico: R$10.616,14 (somando vencimento de R$5.256,54, gratificação de desempenho de atividade de perícia médica previdenciária de R$4.901,60 e auxílio-alimentação)
Situação: ultimo concurso vence em agosto 2017. Autorização em andamento
Previsão: novo concurso em 2018/2019

QUER SABER DE OUTRAS NOVIDADES?


Atribuições do técnico e Analista do seguro social

Quanto às atribuições dos cargos, de acordo com o edital do último concurso INSS, o técnico do seguro social é responsável por:

  • Proceder ao reconhecimento inicial, manutenção, recurso e revisão de direitos aos benefícios administrados pelo INSS.
  • Além disso, irá também exercer atividades internas e externas ligadas ao suporte e apoio técnico especializado.
  • Executar as atividades de orientação e informação, de acordo com as diretrizes estabelecidas nos atos específicos e outras relacionadas aos fins institucionais do INSS, que venham ser determinadas pela autoridade superior.

Já o analista do seguro social é responsável por

  • Prestar atendimento e acompanhamento aos usuários dos serviços prestados pelo INSS e aos seus servidores, aposentados e pensionistas;
  • Também deve, elaborar, executar, avaliar planos, programas e projetos na área de serviço social e reabilitação profissional;
  • Além de realizar avaliação social quanto ao acesso aos direitos previdenciários e assistenciais,
  • E, promover estudos socioeconômicos visando a emissão de parecer social para subsidiar o reconhecimento e a manutenção de direitos previdenciários,
  • Bem como a decisão médico-pericial e,
  • Executar de conformidade com a sua área de formação as demais atividades de competência do INSS.
Disciplinas do último concurso INSS

Especialmente relevante para quem quer prestar este concurso, é conhecer as disciplinas mais cobradas. Para o cargo de técnico: Conhecimentos Básicos (Ética no Serviço Público, Regime Jurídico Único, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Administrativo, Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico e Noções de Informática) foram 50 questões e conhecimentos específicos (Direito Previdenciário), totalizando 70 questões.

Tanto quanto o cargo de técnico, o cargo de analista cobrou a mesma estrutura para conhecimentos básicos e mais Legislação Previdenciária, Legislação da Assistência Social, Saúde do Trabalhador e da Pessoa com Deficiência.

Tá esperando o quê? Comece já a se preparar para este certame e saia na frente dos concorrentes!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *